A primeira coisa que você deve saber sobre o Moskit é que ele é uma ferramenta com uma única missão: ajudar você a vender mais.

Se você não precisa vender mais, você não precisa do Moskit.

A segunda coisa que você precisa saber sobre o Moskit é que ele não faz milagre. É a mesma história da academia. Não sei você, mas eu já me matriculei algumas vezes em academias pagando aqueles planos anuais e... fui só no primeiro mês. Para a minha tristeza, apenas matricular-me na academia não me deixou mais forte.

Com o Moskit é a mesma coisa. Se você não usar a ferramenta todo dia, não vai funcionar. Se você não tiver os seus negócios todos nele, não vai funcionar. Se você não incorporá-lo na sua rotina, não vai funcionar.

Não tem milagre.

Nós não estamos aqui pra ficar te mandando frases de motivação. Se é disso que você precisa, clica aqui e manda ver. Nós não acreditamos em atalhos e fórmula secreta pra vender mais. O nosso negócio é trabalho duro. Queremos mostrar um caminho para que você consiga se organizar melhor, enxergar melhor os seus pontos de melhoria e assim produzir mais.

Pra gente aqui do Moskit, não existe motivação maior do que chegar no final do mês com dinheiro no bolso e meta batida.

Se é isso que você quer, vamos em frente!


Baby steps

Se você nunca usou um CRM, comece pequeno e vamos avançando juntos. Ninguém chega na academia e vai pegar 100 kg no supino. Se você já trabalha com a estratégia de CRM, vamos continuar a evoluí-la. O importante é não pular etapa.

Se você está começando agora, esses são os primeiros passos:

  • Cadastre os negócios que você tem na mão agora
  • Cadastre atividades para todos eles

A partir daí você precisa inserir no Moskit tudo o que acontecer com esses negócios. Toda a história dessa oportunidade e cliente precisa estar lá de forma que qualquer pessoa que pegasse esse contato saberia exatamente o que aconteceu até ali e em que fase está.

O que não está no Moskit não aconteceu

Aqui, só essa regra vale. Além disso, certifique-se de que todo, TODO, negócio aberto tenha uma atividade agendada para o futuro.

O importante é trabalhar durante o dia com o Moskit aberto e que, conforme as coisas vão acontecendo, tudo vá sendo inserido no sistema. O papel do gerente é muito importante nesse começo para fazer essa cultura "pegar".
Esse período pode ser mais rápido ou demorar um pouco mais. O importante é que você só avance quando você e a sua equipe estiverem habituados ao uso do CRM no dia a dia.

Evolua aos poucos

Depois de todo mundo estar utilizando o CRM diariamente e de todos os negócios estarem acontecendo dentro do Moskit, nós começaremos a evoluir e a refinar o processo de vendas. Nesse ponto podemos pensar em algumas integrações, em criar filtros mais pontuais e em tirar insights dos números que o sistema fornece.

Para aprender mais sobre CRM, clique aqui!

Encontrou sua resposta?